O Guaxo

O médico de família tem certa particularidade que o diferencia dos demais. Conhece não apenas os pacientes como as frutas do quintal e trata o gato e o cachorro da casa pelo nome. Pois um destes médicos, que hoje é vereador em Porto Alegre, tinha uma paciente que ao ser diagnosticada a gravidez disse que o parto seria feito pelo Dr. Thiago fosse onde ele estivesse.

O GuaxoCerta noite, ele de plantão no Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, recebe uma ligação.
– Estourou a bolsa doutor.
– Contrações?
– Poucas.
– Consegues vir até o hospital?

Não deu meia hora e ela estava lá. O parto normal foi um sucesso.

O colega obstetra que assistiu ao parto, tinha o apelido de Guaxo por nunca ter sido alimentado com o leite materno. Contava para todos que, quando nasceu, já recebeu no berço uma mamadeira com leite de vaca e assim se acostumou. Brincava com o incidente e se apresentava como “Dr. Renan, criado guaxo”.

Semanas depois quando a paciente retornou para a consulta de revisão, trazia no colo a criança e na mão um bolo de chocolate.

– Este é pro senhor, doutor, eu mesma fiz como retribuição à sua atenção. Espero que goste.

Dr. Thiago chamou o Dr. Renan, que era seu vizinho de sala, e sem a mínima cerimônia, foi repartindo o bolo em fatias, ali, na hora.

No rosto da paciente a expressão de alegria e satisfação ao ver os dois se deliciando com aquele rebuçado, feito com amor e carinho, sentindo-se realizada ao ver os dois provando pedaço por pedaço analisando a cada mordida o sabor do tal bolo de nega maluca.
– Uma delícia, macio, cremoso e que aroma, dizia o Thiago.
– O cheiro e o sabor são o diferencial, nunca comi nada igual, completava o Renan.

Para agradar a paciente, pediram a receita daquela maravilha.

A resposta, no entanto, foi um tanto quanto inesperada.
– Vocês nunca poderão fazer um bolo igual a este, ele é único, foi feito especialmente pros dois.

E aí veio a revelação do ingrediente mais estranho usado na receita:
– Eu fiz o bolo com o leite que tirei do meu próprio peito.

Depois de um breve silêncio ela se retirou do consultório com um sorriso no rosto, crente da missão cumprida e de ter retribuído à altura a atenção recebida dos médicos.

Os dois se olharam, não acreditando no que tinham ouvido, sentindo agora um gostinho estranho lá no fundinho da boca.

Foi aí que o Dr. Thiago se aproximou do Dr. Renan e com um irônico sorriso foi dizendo:
– Tu não é mais guaxo!

 

Autor: flaviodamiani

Jornalista, cronista, mora em Porto Alegre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *