Depois do DVD dos aflitos, o tricolor vai lançar O LIVRO DE ELIminado

Frases do gauchão:

O Renato reclama que o Grêmio deu mole. Dá Viagra que levanta e não pega no doping.

O Inter só tem um goleiro. Vai chamar de volta o Manga, o Banitez e o Taffarel. E o Galvão vai ser chamado pra narrar a final do gauchão pra dizer: Vai que é tua Taffarel!

O torcedor colorado reclama tem dado um branco no jogador Alemão. E o Alemão é moreno.

 

E num momento de emoção de um diretor do Nóia, em lágrimas pelo campeonato histórico, um repórter quebra o climax ao perguntar se no jogo da final vai ter arquibancada móvel no estádio do Vale.  Um balde de água fria, nem Viagra levanta.

O Nóia acabou com o jogo da Baleia Azul, superou todas as etapas, perdeu a graça.

Depois do DVD dos Aflitos o Grêmio vai lançar um livro com a campanha do gauchão. Vai ser O LIVRO DE ELIminado.

Faz um ano que o diálogo ocorreu

O filho quer saber do pai:

– O que é um canalha?

– O Bolsonaro

– Mas o senhor disse que era o tio Eduardo.

– Este é um pulha

– Mas pulha não era o Lula

– Isso ele foi, em outra época

– Quando o senhor torcia pros canalhas?

– Sim! Não! mais ou menos

– Porque o senhor mudou?

– Porque eu torci pro Jean ganhar o BBB

– Humm, o que errou o cuspe?

– O próprio

– Mas o senhor é também contra a Globo

– Totalmente

– Mas assistia o BBB

– Isso foi em outra época

– O senhor também disse que a Dilma roubava

– É que eu assisti na TV, deu no rádio e no jornal

– Então quem embolsa é o Bolsonaro e não a Dilma?

– Nunca pus a mão no bolso dele pra te dar certeza

– E o Tiririca pai, quando ele disse – sim – no impeachment, você quase teve um infarto

– Ele é o Judas

– Mas o Judas não são os…. aqueles da Lava-Jato?

– Os delatores

– Isso, você sempre disse que eles eram Judas

– Sim, Judas foi o cagoete

– Cago o que?

– NÃO! Não é o que você tá pensando

– Nunca ouvi falar deste tal de cagote

– É cagoete filho, um delator

– Um Judas você quer dizer…

– Não deixa de ser, uma versão moderna

– Você disse que se fosse deputado não ia falar tanta merda

– Maneirando as palavras filho; não falaria mesmo, diria sim ou não em respeito ao povo e a nação

– Mas aqui em casa você antes de dizer sim ou não sempre faz um discurso

– Filho, por Deus, por você, teus irmãos, tua mãe, o gato e o cachorro, chega de perguntas tá?

Por: Flavio Damiani (publicado em 19 de abril de 2016 – pós impeachment)

Série B Qualificada

Talvez, nunca antes na história, a série B do Campeonato Brasileiro vai estar tão qualificada. O jogo entre o Internacional e o Corinthians mostrou um gigante em campo, gigante como seu próprio estádio, como seu próprio hino. Um internacional que se desprendeu, voou no gramado e não fez mais do que um gol por conta de um conjunto em formação, onde as peças ainda não se estabeleceram dentro das quatro linhas do tabuleiro.

Para encurtar o espaço, saio de um jogo, convicto de que o inter de hoje está a altura do seu pavilhão, vai tremular em qualquer que seja a divisão, um time de jogadores comprometidos, com garra, sem aflição. Jogadores eletrizantes, correm o tempo todo, marcam, voltam, armam, desarmam, se adiantam nas jogadas, sem sono, sem apagão.

A série B estende o seu tapete vermelho ao colorado dos pampas pois sabe muito bem quem está chegando. Mas, fica um recado aos demais participantes, vocês vão receber em suas casas os mestres da bola, professores de futebol. Chega com o respeito, a humildade e, convicto, que vem para valorizar uma competição da qual nunca participou. Portanto, viemos para somar, valorizar, contribuir, qualificar. Nosso objetivo é deixá-los sossegados e não aflitos.