A transformação de coxinhas em escondidinhos

 

Li nas redes sociais – “A trasformação dos coxinhas em escondidinhos” o que nada mais é do que um jeito metafórico de se dirigir aos que bradaram pelo capitão. Sim, os indignados sumiram.

Enrolados na bandeira da moralidade, os da turma do face debandaram em revoada migratória, não aparecem mais para difundir o ódio e espalhar veneno; andam escondidinhos da família justificando prosa pra não aparecerem nas festas de fim de ano; os do trabalho entram cabisbaixos e saem de fininho; os conhecidos trocam de calçada e eu vou seguindo o meu caminho de cabeça erguida e prestando muita atenção nesta virada que tem um motorista, que não é o mesmo do Collor, na contramão dos  planos de lisura de um anticristo que usou e abusou de um Deus que não é só dele, uma pátria que também não é só dele e da família dele.

 

Autor: flaviodamiani

Jornalista, cronista, mora em Porto Alegre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *